• Raoni Cusma

A urgência da humanização das marcas


Harmonia Rosales. The Creation of God

Coerência acima de tudo, humanização acima de todos.


Isso faz sentido para você?


Caso não, sua marca corre um sério risco de se tornar irrelevante muito antes do que você imagina.


Por que?


Um dos grande problema das marcas é a imensa falta de coerência na relação de sua promessa que muitas vezes manifesta uma humanização puramente estética e estereotipada e geralmente dissonantes de sua cultura organizacional, de seu papel social e principalmente na atenção e valoração da dignidade humana.


O mundo esta passando por profundas mudanças e por mais que isso pareça óbvio, até onde estamos empáticos a reivindicação de valores estruturalmente negados e que provavelmente serviu de pilar na formação de um pensar e agir no dia a dia de tantas organizações.

Logo vale a seguinte provocação. Qual será a percepção dos que antes reivindicavam mas agora agem para garantir tal dignidade, terão sobre as marcas?


Qual será a importância da coerência manifesta e validada por seres humanos comuns no dia a dia dentro e fora das empresas que se posicionam como líderes e transformadoras de contextos?


De certo, uma nova realidade construída por outros atores sociais que não são formadas por grupos de status em uma sociedade de supérfluos, mas sim por aqueles que são afetados por tal status, o que dá tom de urgência a necessária desconstrução de pseudos líderes e marcas que confundem história humana com fragmentação social.


E por que percepção é algo tão valioso?

Por que a percepção da ação, é mais importante que a ação em si.


O que eu percebo da sua mensagem é a mensagem, independente do mensageiro. E para novos tempos tão sensíveis, a essência da mensagem traz outro significado e desafio ao cotidiano dos que acreditam que a imagem vale mais que inteligência.


Cada mensagem manifesta demonstra a intenção do propósito de sua marca e esta intenção ganha afeto e visão crítica na raiz de sujeitos que ao reivindicar direitos, renasceram. E ao dar luz e significado a uma nova forma de ver e agir no mundo terão força substancial para estimular a sábia reinvenção do mercado ou o levar para sua inevitável decadência.


Por fim, parafraseando Nietzsche aos pseudo líderes de plantão. As verdades, receitas e estratégias milagrosas são puramente ídolos com pés de barro. Isso é, criou-se uma estátua de ouro para representar a divindade do mercado, porém a construíram com um frágil pé de argila, e por isso sublime esplendor reluzente de tal imagem, ao menor tremor de terra, desmorona.


Por isso, reitero a mensagem de que se a humanização e a coerência das relações não faz sentido para você, terás um grande risco de ser esquecido muito antes do que você imagina.


Escrito por Raoni Cusma


Especialista e consultor de Design de Conceito, palestrante e professor universitário, graduado em Gestão Pública (FGV); pós-graduado em Design Estratégico (IED) e em Psicologia Analítica (IJEP).

  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Instagram Ícone
  • Grey SoundCloud Ícone
  • Grey Facebook Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
Logo 1.jpg
São Paulo - Brasil